Worlds 2021: EDG vence RNG e garante vaga nas semifinais

Worlds 2021: EDG vence RNG e garante vaga nas semifinais

O seed 1 da China garantiu a vitória sobre o seed 3 e dessa maneira a EDG segue para as semifinais do Mundial 2021 de LoL

A EDward Gaming (EDG) está classificada para as semifinais do Worlds 2021 de League of Legends. Após seis anos, a equipe garantiu sua vaga na próxima fase dos playoffs ao vencer a RNG por 3 a 1 nas quartas de final deste sábado (23). Até o momento, a T1 também já se classificou para as semis. Confira na sequência os próximos jogos e o resumo do dia:

1º Jogo - RNG 1 x EDG

O primeiro jogo da série começou relativamente tranquilo, com algumas trocas a favor da RNG, mas foi só aos oito minutos da partida que o First Blood saiu, para a EDG em cima de Wei, graças ao combo de ultimates de Malzahar e Jarvan IV. A RNG cobrou logo em seguida e após conquistar seu terceiro Dragão no jogo, garantiu mais vantagem para pegar mais abates e objetivos.

A EDG ainda ensaiou algumas boas lutas, mas a RNG estava focada na vitória e após garantir um Barão, Alma do Dragão e Dragão Ancião, o time de Xiaohu acumulou o poder necessário para avançar por todo o mapa da EDG e garantir a vitória.

2º Jogo - RNG 1 x 1 EDG

Com JieJie e Meiko da EDG utilizando Olaf e Yuumi, respectivamente, a condição de vitória da EDG estava pronta. JieJie conseguiu muita vantagem em cima de Wei e após uma luta caótica na rota inferior, a EDG deu os primeiros sinais de que dominaria o jogo. Com Yuumi travando a RNG com facilidade, a equipe foi avançando pelo mapa, controlando absolutamente tudo.

Com mais torres, abates e recursos de maneira geral, a EDG não teve dificuldade em seguir atropelando a adversária conterrânea. Apesar disso, a RNG atrasou a vitória da adversária por duas vezes, porque a EDG cometeu alguns erros que movimentação. Quando invadiu a base da RNG rumo à vitória, a EDG quase sofreu um Ace, mas enfim conseguiu garantir o GG.

3º Jogo - RNG 1 x 2 EDG

Apesar da RNG ter começado bem no jogo, a EDG quebrou o ritmo de jogo da adversária ao se movimentar muito bem dentro do mapa. Por volta dos 15 minutos, a EDG conseguiu uma boa oportunidade de praticamente com acabar com a rota do meio, enquanto também focava nas rotas laterais para garantir vantagens

No mid game, a partida ficou relativamente equilibrada, mas ainda perigosa. Ainda assim, a EDG acumulou mais objetivos e posteriormente roubou um Barão da RNG, o que fez com que ela garantisse a vantagem necessária para destruir boa parte da base adversária.

Após uma luta intensa na selva e minions quase dando o GG, JieJie da EDG roubou o Barão novamente e finalmente conseguiu o que seu time precisava para vencer.

4º Jogo - RNG 2 x 2 EDG

A partida começou equilibrada entre os dois times, mas aos poucos a EDG ficou para trás, já que sua composição era sempre anulada pela Lulu de Ming da RNG. Por volta dos 13 minutos, a RNG conseguiu uma boa luta na rota inferior, garantindo a vantagem necessária para continuar avançando contra a EDG - inclusive por meio de pick offs.

Conquistando mais objetivos como torres e Dragões, a RNG mostrou que estava viva na série e que a EDG não estava segura nem mesmo dentro de sua própria base, como disse o caster Dudu na transmissão oficial brasileira. Aos 28 minutos de jogo, a RNG venceu a partida. O banimento no Olaf da EDG se mostrou ótimo, já que sem Yuumi, ele não cresceu no jogo.

5º Jogo - RNG 2 x 3 EDG

Apesar da EDG ter começado a partida de forma não muito boa, ainda no early game a equipe conseguiu se recuperar, principalmente com JieJie mostrando novamente uma ótima performance. Com a Yuumi de Meiko fazendo toda a diferença na partida a EDG dominou o jogo do início ao fim.

Com diversos objetivos e vantagens em mãos, o seed 1 da China foi cauteloso ao longo do último jogo da série e conseguiu tudo o que precisava para vencer o jogo e conquistar a série contra a RNG por 3 a 2.